• Cabelo natural: o meu não fica assim!

    Oi, gente! Tem um tempo já que converso com algumas pessoas sobre assumir os fios e o comentário padrão é: “Que lindo seu cabelo! Pena que se deixar o meu natural não fica assim!”

    Ué, assim como? Nenhum cabelo é igual ao outro. Tem cabelo mais poroso, mais volumoso, sem volume nenhum, mais cacheado, crespo, raiz lisa… Isso é diversidade, ninguém é igual a ninguém e a transição não gira em torno de “oooh cachos perfeitos“, mas sim de assumir sua identidade sem se sentir reprimida pelos padrões que nos impõem.

    Eu tenho 24 anos e passei pela transição aos 21. Fiquei todos esses anos chorando e gastando dinheiro com progressiva porque meu cabelo não tinha definição nenhuma e eu nem sabia como cuidar dele. Pra mim, ele era um cabelo crespo (cresci ouvindo isso e depois de muito tempo fui aprender sobre tipos de cabelo).

    Às vezes eu faço chapinha, as vezes uso ele sem nenhuma definição, estilo Maria Betânia mesmo! Outras vezes faço fitagem bem caprichada, com óleo, creme e no trabalho até me chamam de Maísa (a menininha do programa do Silvio Santos mesmo) por causa da definição. Tem dias que nem tenho paciência pra coisa nenhuma: molho, passo óleo e vejo o que vai ser quando secar.

    Não tenha medo do seu cabelo e entenda que por mais que você faça todos os dias as mesmas coisas nele, nunca vai ficar igual e com o tempo você vai amar esse humor tão próprio dos seus fios.

    Isso é sobre sua identidade. Não te prende a padrões, não somos assim. E aprenda o mais importante: admire a beleza de outra pessoa, mas não menospreze a sua! ♥ ♥ ♥

    6d77de5f98bc24a9a641b4c8a673fc3d

    fd114a52d2a8245ee4c86b857be38879

    9ca6c0a87b88db8c223251a5368dd756

    02b51c551e038a921e6a9621b83af981

    tumblr_n9467pccia1sqhjvzo1_500

    16f7cd66a38f8005a706fb6766d327e2

    *Fotos de referências que eu salvava durante a transição. Não sei o nome das moças, então se conhece alguma, nos avisem! ♥

    Instagram | Facebook | snap: xessica.c ♥

     

    Protetor solar Bioré UV

    Meninas lindas, venho contar pra vocês sobre o melhor protetor solar do mundo (na minha humilde opinião): O Bioré UV Kao Perfect Face Milk Sunscreen Lotion SPF50 Perfect Face Milk Sunscreen Lotion PA++++ 30mL.

    Bioré UV
    Protetor Solar Bioré UV

    Tenho pele oleosa e muito branca então escolher um protetor que funcionasse na minha pele e tivesse a proteção necessária sempre foi um grande problema pra mim. Ou aumentava oleosidade, ou não ia bem com a make, ou não tinha a proteção necessária, sempre tinha algum defeito, mas o Bioré, ah, o Bioré é a maior maravilha do mundo.

    A textura é bem líquida, branca e é absorvido na pela quase na hora. A pele fica lisinha, seca, levemente esbranquiçada (o efeito some depois de uns minutos) e o melhor de tudo esse protetor ajuda a segurar a oleosidade o dia IN-TEI-RO.

    Bioré UV
    Bioré UV

    Único porém (que não é bem um porém assim, mais uma observação) é que ele precisa ser retirado com removedor de maquiagem a base de óleo. Ele não sai somente com sabão e demaquilantes líquidos normais, então não dá pra esquecer de passar um a base de óleo pra retirar bem qualquer resíduo viu?

    A gente não nota a presença dele, mas ao longo do tempo o acúmulo pode trazer problemas pra pele (entupimento de poros, acne, cravos, etc).

    Eu comprei pelo Ebay por $24.00 (24 dólares) por este vendedor e demorou 17 dias pra chegar; não fui taxada (tive a sorte de não ficar retido na Receita/Correios).

     

    E aí meninas, alguém conhece e já testou? Conta pra gente se sim!

    ;*

    Delineador Líquido Vult Longa Duração

    Eu sou aloka do delineador, né? Já passei por diversas marcas e vários acabamentos e sempre preferi os líquidos. A resenha de hoje é do Delineador Líquido Vult, um produto que me surpreendeu bastante no quesito qualidade e duração!

    Delineador Líquido Vult
    Delineador Líquido Vult

    Nas lojas você pode encontrar também a versão antiga, da embalagem pretinha. Creio eu que todos os produtos da Vult estão mudando de embalagem, porque os lápis e produtos pra sobrancelha da marca também estão com essa cor meio cinza/cobre/bonita sem nome. HAHAHA

    A ponta dele é bem durinha, me lembra muito os delineadores da Color Trend da Avon de quando eu era adolescente trevosa.Delineador Líquido Vult

    Segundo o fabricante:

    “Vult Make up delineador líquido longa duração

    • Descrição do Produto

    Delineador líquido preto. Vult Make Up Delineador Líquido Longa Duraçãopossui pincel fino e firme que confere um traço bem marcado e de cor intensa. É de secagem rápida e proporciona um acabamento perfeito.

    Vult Make Up Delineador Líquido Longa Duração é de longa duração, pois permanece intacto por mais de 10h. Dermatologicamente e oftalmologicamente testado, possui uma formulação de fácil deslizamento que não borra e nem transfere a tinta, para que o acabamento dos olhos fique impecável.

     

    • Conselho de Aplicação

    Agite o produto. Em seguida, use o aplicador para traçar rente à raiz dos cílios da pálpebra móvel. Para traços mais finos, dê menor pressão ao aplicador. Já para traços mais espessos, aumente a pressão durante o uso.”

    img_0212

    Sempre agito bem antes de usar pra garantir uma uniformidade na cor. Dà pra construir vários traços com ele, desde o mais fininho até trabalhos mais grosseiros.

    O danado dura umas 5h intacto na minha pálpebra, e não 10h como prometido desde que eu esteja sem primer. Se a maquiagem estiver completinha, com primer, sombra e tudo mais, aí sim ele aguenta quase o dia foto.

    Lembrando que não tenho pálpebra oleosa, mas ela é gordinha e o cantinho sempre fica dobrado, o que influencia na durabilidade.
    Delineador Líquido Vult

    Eu gostay, de verdade. Porém, acho R$25,90 puxado já que o da intense OBoticário é muito bom também e custa 10 golpinhos a menos, mas não sei se é a mesma quantidade também.

    E aí? Qual delineador líquido você recomenda?

    Como pintar sobrancelha com tinta

    Muita gente me pergunta sobre como pintar sobrancelha com tinta, ainda mais as ruivas.

    Existem diversas maneiras de se fazer isso com opções como lápis, sombras, rímel específico pra sobrancelha e tintas também próprias para este fim. Eu escolhi pintar com tinta, mesmo não sendo o mais adequado pois a destinação do produto é pro cabelo e não pra sobrancelha. Mas nunca tive nenhuma reação, alergia, queda ou enfraquecimento das minhas, ok?

    Como pintar sobrancelha com tinta
    Como pintar sobrancelha com tinta

    Eu uso a tinta da Keune com ox de 20vol, nunca uma água oxigenada mais potente que isso para não agredir a pele ou os fios. A Keune é ótima porque ela não coça e nem mancha a pele, sem falar que fica no exato tom que preciso. Ah, uso a 7.43, um tiquinho de nada, e a ox na proporção 1:1 (mesmo que na foto tenha parecido mais, ela havia espalhado pelo recipiente.

    img_9950

    Misturo, passo na sobrancelha e aguardo 30 minutos. Minha sobrancelha é fina e com poucos fios desde criança. Inclusive estou fazendo agora uso de óleo de rícino para crescer sobrancelhas, mas ainda não vi muito resultado.
    Como pintar sobrancelha com tinta

    Preencho a sobrancelha com este produto da Vult que, mesmo sendo cintilante, o resultado fica um marrom quente e ruivo do jeito que preciso.

    Você pode procurar por sombras que têm esse fundo quente, sabe? Se for opaca e pigmentada, melhor ainda! Este bronzer é realmente o produto que mais deu certo com meu tom até hoje.

    img_9859

    E após  o preenchimento, elas ficam bem definidas e ornam mais com o meu rosto. Prefiro preencher com sombras porque sinto uma queda de fios quando uso produtos cerosos como lápis, já que nem sempre eu retiro antes de dormir e isso influencia na obstrução dos folículos capilares.
    Como pintar sobrancelha com tinta

     

    E aí? Vocês usam algum produto específico para sobrancelha ou também pintam? Na hora de preencher, qual produto vocês usam?

    Um beijo!

    Violência durante o sexo: é gosto ou é condicionamento?

    Violência durante o sexo
    Violência durante o sexo

    Violência durante o sexo.

     Venho por meio desse post vos propor uma reflexão: mulheres que “gostam” de atos violentos como tapas, puxões e arranhões durante o sexo com os seus parceiros realmente gostam disso ou foram condicionadas a gostar?

    Desde muito novas a sociedade nos ensina a naturalizar a violência contra a mulher, em qualquer esfera. Quando mais velhas, muitas vezes a tendência é criarmos maiores julgamentos de valor e muitas vezes irmos contra a tudo aquilo que foi naturalizado, como estupros e feminicídios. Mas enquanto isso, de forma muito mais sútil, existem situações como violência durante o sexo. Até que ponto gostamos disso ou fomos ensinadas a gostar?

    Por que os homens gostam de nos bater, sentem prazer ao fazer isso enquanto estão transando? E por que, ainda, esse tão famoso “gosto” se aplica na maior parte dos casos, à nós mulheres? Será que é à toa que a maior parte das pessoas que “gostam” de apanhar durante o sexo são mulheres, e mulheres essas em relacionamentos heterossexuais? Quantas vezes nos submetemos à determinadas situações que não temos total certeza sobre querer de fato aquilo ou não?

    Essa semana eu acompanhei uns debates no Facebook acerca do tema e vi muita gente (mulheres, inclusive) argumentando que é sobre isso que se trata a liberdade sexual, sobre fazer o que quiser na cama sem ninguém meter o bedelho. Mas, pera lá! Em momento algum estamos dizendo o que você tem que fazer ou deixar de fazer durante o sexo.

    A ideia é, única e exclusivamente, propor uma reflexão sobre isso. Sobre o porquê de “gostarmos” disso. Não muito distante disso, esse discurso sobre liberdade sexual nada mais é que mais uma forma que o patriarcado tem de tentar nos dominar. A liberdade sexual feminina é sobre poder dizer não e não ser violentada por isso, e não sobre transar com quantos parceiros quiser.

    É importante pensar em quantas vezes essa satisfação física não vem acompanhada a um sofrimento emocional, o quanto a cultura do homem estando sempre a frente e ao poder de uma mulher não nos influencia. Existem inúmeras formas de fazer sexo, de gozar e de fazer gozar. Mesmo com todas essas formas, por que gostamos da que nos agride? Fazer essa reflexão nada mais é que tentar enxergar além do que estamos habituadas. E por que essa reflexão tem incomodado tantas pessoas nas redes sociais?

    A cultura da violência é fruto da misoginia.