#KeepItCurly: Tipos de cabelo

Olár meninas! Desculpem o sumiço, sei que prometi posts sobre cachinhos e estou em falta com vocês! O post de hoje seria pra ~ensinar~ técnicas para cachear cabelo em transição, mas achei melhor apresentar esse primeiro pra esclarecermos uma coisa muiiiiito importante: a aceitação.

Vejo muita gente achando que cabelo cacheado só presta se tiver raiz lisa, o que desmotiva muita guria de fazer transição por ficar na neura de que “seu cabelo é ruim”. Honestamente, não existe cabelo feio: existe cabelo que não conhece os produtos jequiti sem cuidado específico.

E aceitar seu tipo de cabelo é um passo muito importante na transição e na vida. Pare de chamar seu cabelo de ARMADO. Seu cabelo é volumoso e volumoso é lindo! Ah! E outro fator que vejo tanta guria sofrendo: FRIZZ. Eu tinha ódio de frizz. Dá pra diminuir? Dá! Mas ele sempre vai estar presente de uma forma ou de outra. Então aceite o danado do frizz também. Cuide para evitá-lo, mas não odeie seu cabelo por isso!

O que eu faço e recomendo: umectação e/ou hidratação pelo menos uma vez na semana, pois quem tem cabelo cacheado sabe como os fios ressacam por qualquer coisa.

Fiz a classificação como tipo de cabelo e não de cachos (só não coloquei o 1A, 1B e 1C porque são os lisões mesmos). Agora vamos as IBAGENS:

TIPO 2Tipo 2: São cabelos com ~ondas~. Esse tipo de cabelo começa sempre com a raiz lisa e logo formam ondas suave que algumas vezes podem terminar com cachos um pouco mais abertos nas pontas. Tendem a ser oleosos, porém de fácil modelagem (chapinha, babyliss, fitagem). Uma coisa que eu AMO nesse tipo de cabelo é a cara de “acabei de sair da praia” que ele tem!

TIPO 3A partir do Tipo 3 acredito que o problema “falta de oleosidade” e frizz se inicie. Tanto eu quanto outras gurias dos grupos de cabelos cacheados notamos isso e fazemos umectação  uma vez na semana (com azeite ou outro óleo vegetal. Meu favorito é óleo de coco!)

3A – Cachos bem abertos, com definição média e volumosos (vale lembrar que não estou considerando nenhum método de finalização pra definir os cachos!). Normalmente possuem frizz e raiz lisa, mas também são muito práticos pra modelar. Recomendo cremes mais leves (Yamasterol, Skala…)

3B – Cachos médios, mas bem definidos e com pouco volume (acredito que por ser mais pesado por conta dos cachos). Fios geralmente finos e tendem a ressecar bastante na parte de trás da cabeça. Cremes mais leves pra esse tipo também (Yamasterol, Skala…)

3C – Eu amo tanto esse cabelo! São cachinhos bem fechados e apesar do peso tem um volume maravilhoso! Tendem a ter um frizz maior do que o os outros dois tipos, mas nada absurdo, pois se misturam bem com os fios. Esse tipo de cacho segura melhor ao ser finalizado com um creme mais espesso e um bom gel finalizador.

TIPO 4

▲ 4A – Cachos finos e bem definidos, parecem molinhas. Lembra muito o 3c, só que os fios são mais grossos. Precisa de MUITA hidratação e umectação, pois sua tendencia é ressecar facilmente. Cachos volumosos (para noooossa alegriaaaa) e quando longos são bem pesados. Define bem com cremes grossos (Seda, Elseve…)

▲ 4B – Cachinhos beeeeeeem fininhos e um pouco mais difícil de definir, pois os fios são mais densos. Vejo muita menina usando o famoso bigudim para criar cachos bem definidos e mais largos.  Possui um ótimo volume e fica maravilhoso com acessórios como turbantes e presilhas.

▲ 4C – Irmão gêmeo do 4b e outro tipo que AMO! Ele não é naturalmente definido com cachos, mas também é fácil de ser modelado com bigudim, twist ou coquinhos. Meu tipo favorito de penteado pra esse tipo é definitivamente o black power!

Agora que vocês conhecem um pouco sobre os tipos de cabelo, fica mais fácil passar pra próxima fase: cremes e modos de definir cachos. Se você tiver algum desses tipos de cabelo e quiser que eu incremente o post, me avisa comentando aqui no post ou no facebook!

Beijo grande e até semana que vem!

♥♥ Me acompanhe aqui: Instagram Facebook ♥♥

Resenha: Paleta de Sombras Vult – Cruella De Vil!

Oi, lindezas! :)
Como prometido, estou aqui com a resenha dessa paleta maravilhosa da Cruella De Vil…
Fotor1121192729Clica aqui para conferir a resenha da paleta Evil Queen, dessa mesma coleção!
E se você quer saber a minha opinião sobre essa paleta da Cruella De Vil, que ganhou meu coração pelas cores, continue acompanhando o post!

3Nessa paleta, a embalagem é toda trabalhada numa cor vinho, o que eu amei, pois acho essa cor maravilhosa!
Além da paleta ser toda trabalhada numa cor que amo, ela é a paleta mais versátil entre as três para mim, levando em conta que são as cores que mais uso e mais gosto. E foi justamente por isso que ela se tornou a minha preferida!
4Ela é uma paleta composta por 8 cores em sombras compactas, assim como as outras paletas.
Sendo 2 opacas (preta e marrom) e 6 com brilhos discretos.
O que mais me encantei, é que ela pode ser uma paleta tanto para elaborar uma maquiagem mais neutra e usada durante o dia, quanto uma mais “poderosa da noite”, num look mais dramático.

Tonalidades: Preta, Avelã, Mogno, Camurça;
5Canela, Pérola, Menta e Grafite.
6                 (Na foto acima, o fundo da paleta ficou um pouco mais escura que da outra, mas as cores estão bem reais em ambas!)

Swatches das cores na pele:
7                                              (É fato que preciso melhorar nos Swatches! Sorry! haha)

O que a marca diz na descrição do produto: “Inspirada no mundo mágico da Disney, a Vult Make Up desenvolveu as Paletas de Sombras das Vilãs mais conhecidas e queridas dos Contos de Fadas. Compostas por cores modernas que proporcionam look fantásticos.
Sobre a pigmentação:
Como eu já havia dito na resenha da outra paleta, não é das melhores, porém a fixação é boa e um bom primer dá conta de deixá-la perfeita!
Paguei R$42,90. Sim, está um pouco abusivo o preço aqui na minha cidade, mas vocês encontram até mais barato.
8
Isso mesmo, a Cruella De Vil é a minha queridinha, a minha paleta preferida da coleção!
Se você for comprar apenas uma e quer uma paleta mais versátil, garanto que essa é a ideal. Leve em conta que gosto mais das cores neutras!
A resenha hoje foi breve, mas acho que consegui deixar tudo claro. O que acharam?
Corram para comprar a escolhida (ou todas aloca como eu) antes que se esgotem, pois é versão limitada!
Qualquer dúvida é só deixar nos comentários!

Um beijo e um sorriso,
Vocês são lindas! <3

Make da Preguiça

Oi gente! Voltei, depois de umas curtas férias. Já estava com saudades.

Hoje vim mostrar pra vocês como eu faço minha maquiagem naquele dia em que a preguiça toma conta do meu ser, ou seja, quase todo dia. :)

Tudo começa assim: cara limpa e de sono.

01_processo_cara limpa

Para dar uma melhorada na pele, eu gosto de passar o B.B. Cream, porque já tem hidratante, filtro solar e uma corzinha pra uniformizar a pele. São três passos em um só. Lembrem-se: preguiça é o ponto fundamental aqui. O único B.B. Cream que eu tenho é o da L’Oréal. É sequinho, tem uma boa cobertura e, a melhor parte, é barato.

02_processo_BBcream

 

Mas só o B.B. não dá conta das olheiras. Aí, o jeito é apelar para o bom e velho corretivo. E o meu é velho mesmo, acho até que já saiu de linha. É o Anti-aging da linha Make B., de O Boticário.

 

03_processo_corretivo

 

Depois, passo um bronzer ou um blush para dar uma “animada” no rosto. Mas, geralmente, passo pouco e depois tenho que reforçar. Toda vez é assim. Meu queridinho dos últimos tempos tem sido o Matte Bronzer da Nyx, na cor Deep Tan.

 

04_processo_bronzer

 

O próximo passo é aquele que não pode faltar nunca em nenhuma maquiagem: máscara de cílios. É o que vai dar a ideia de que você passou alguma coisa. Tenho usado sempre a da Eudora, o Maximize Your Lashes. Amo!

 

05_processo_rimmel

 

Aí é só escolher o que você vai passar na boca. Pode ser um balm com cor. Esse que eu usei é o Baby Lips na cor Pink Punch, da Maybelline. (desculpem, mas a foto ficou um pouco fora de foco)

 

06_processo_batomBaln

 

Um batom nude também é uma ótima opção para um dia de trabalho. Esse da foto é o batom líquido Sissone, da Dailus Pro.

 

07_processo_batomnude

 

E se você quer fazer parecer que realmente ficou muito tempo se maquiando, é só jogar um batom vermelho e pronto. Esse que eu usei é o Red Velvet, da Lime Crime (batom líquido).

 

08_processo_batomvermelho

 

 

Ah! Esqueci de dizer que preenchi minhas sobrancelhas. Usei uma sombra da Contém 1g (preto fosco).

E aqui, o antes e o depois:

 

antes_e_depois

 

 

Essa é minha rotina, gente. Curtiram? E vocês, que truques usam para tirar a cara de sono?

Beijinhos e até semana que vem!