• Ruivo Acobreado Intenso com Haskell 7.44 e 8.34

    Oi gente, tudo bem com vocês? O post de hoje é para falar da Haskell 7.44 e 8.34 e da minha volta ao ruivo.

    Todo mundo sabe que você pode sair do ruivo, mas o ruivo nunca sai de você hahaha. E menos de um ano depois de eu decidir voltar ao meu cabelo natural eu me arrependi e resolvi voltar pro ruivo acobreado maravilhoso.

    Só que eu queria uma cor diferente da que tinha antes (um strawberry blonde equivalente à Igora 9.7), queria um ruivo médio com cobre bem intenso, puxando pro vermelho e fugiiindo do dourado.

    Minha intenção era usar a Igora 7.77 misturada com a 9.56 para atingir um ruivo acobreado meio nude, mas como na minha terra não tinha acabei optando por uma mistura da 7.44 com a 8.43 da Haskell. E essa misturinha maravilhosa deu esse resultado ai embaixo:

    Haskell 7.44 e 8.34
    Haskell 7.44 e 8.34

    Antes de eu explicar como foi feita a correção de cor, quero dar os devidos créditos por esse trabalho maravilhoso. A Gleici tem a Letícia em Brasília e eu tenho a Jhenifer Insauraldes em Campo Grande <3. Foi ela que fez meu cabelo, deu a sugestão das combinações de tintas e foi totalmente responsável por ele ficar lindo, uniforme, sem manchas mesmo tendo tinta castanha em metade do comprimento.

    Quem quiser conhecer um pouco do trabalho dela só acessar á página do Face dela e o Insta dela. Ela também trabalha com coloridos, vale muito a pena conhecer o trabalho dela gente.

    VOLTANDO pro cabelo. Eu estava com metade dele natural, metade com tinta ruiva e castanha e todo ele tinha umas 3 camadas de henna por cima (vocês vão ver que a henna não atrapalha em nada para clarear o cabelo com tinta ou shampoozada, muito menos derrete o cabelo hahaha).

    A parte com tinta estava mais clara que o natural, mas tinha um fundo castanho que precisava ser limpado para poder chegar no ruivo, então o que a Jheni fez primeiro foi… *tambores* TESTE DE MECHA. É isso aí, primeira coisa a se fazer quando se troca a cor do cabelo é um teste de mecha.

    Ela pegou quantidades iguais das tintas com ox 40 (seguindo a proporção de tinta para ox indicada pela embalagem da tinta) e passou no comprimento natural deixando 1cm de raiz sem passar tinta.

    Teste de mecha com 8.34 + 7.44 e ox 40 no comprimento natural (deixando 1cm de raiz)

    Eu, na minha inocência toda, questionei porque não fazer a limpeza de cor nas pontas primeiro e a Jheni me devolve com a coisa mais óbvia do mundo (e que eu nunca tinha me tocado): fazendo a tinta primeiro ela consegue ver exatamente onde começa a parte com tinta e onde está natural e evita de passar shampoozada onde não precisa (e criando manchas no cabelo).

    Feito o teste de mecha, ela passou a mistura de tinta com ox 40 por todo o comprimento do cabelo, deixando 1cm de raiz sem tinta. Passados 30 minutos, ela passou a tinta com ox 30 na raiz e deixou mais 25 minutos (sem enxaguar o que já tinha passado antes). Depois do tempo de pausa, nos fomos para… *tambores* outro teste de mecha. Dessa vez com a shampoozada com ox 20 nas pontas onde tinha tinta castanha.

    Ela pegou partes iguais de shampoo, pó descolorante e ox 20 passou nas pontas e deixou 10 minutinhos, o suficiente para limpar o castanho e deixar o mesmo fundo que o comprimento já clareado.

    Teste de mecha da shampoozada com ox 20 nas pontas com tinta castanha

    Feito teste de mecha, ela passou a shampoozada em todas as pontas (numas 3 etapas, porque eu tenho tanto cabelo que antes de ela terminar de passar em 1/3 dele, já tinha dado 10 minutos e a gente tinha que ir enxaguar hahaha), deixou 10 minutos, enxaguou e, finalmente, passou a tinta com ox 10 nas pontas para igualar com o resto do cabelo já pintado. UFA.

    Tudo isso demorou umas 4 horas, teve até pausa pra almoço. A gente podia ter feito mais rápido? Claro. Era só tirar os testes de mecha. Mas tirar os testes de mecha é pedir pra cagar no cabelo, então não recomendo isso a ninguém.

    Tem que fazer teste de mecha, até porque é melhor ficar 4, 5, 6 horas fazendo cabelo num dia só do que ter que ficar dois dias tentando corrigir manchas (fora a grana gasta e o estresse que isso dá).

    Antes (base metade natural, metade com tinta castanha) X Depois

    É isso, gente o que acharam da cor? Eu nunca tinha usado Haskell antes e eu adorei a tonalidade da tinta deles, pena que é um pouquinho cara para usar todo mês (alô Haskell, me patrocina rsrs).

    Ah quanto ao desbotamento: ela desbotou numas 4 lavagens para um laranja dourado, especialmente nos fios que ficam mais expostos ao sol (e secador, diga-se de passagem rs).

    Não que isso seja culpa da tinta, pra mim isso isso é combinação do meu cabelo (que SEMPRE puxa pro dourado) e da shampoozada que realmente diminui a fixação de qualquer tinta (até henna). Acredito que com mais aplicações da tinta e menos uso do secador a cor deve durar bem mais.

    Veja mais posts sobre ruivo acobreado clicando aqui.

    E aí? Gostaram?

    Um hino de delineadores! Make B e Sephora

    Oi, capis!

    Eu havia feito um post sobre sobre o pior delineador que já usei aqui (clique), agora é a vez de apresentar os delineadores que eu mais amo: Make B e Sephora.

    Segundo a Sephora:

    “Este delineador líquido permite que você desenhe um traço intenso e à prova d\’água com duração de 24 horas. A fórmula seca rapidamente, e não deixa manchas durante todo o dia. Fácil de remover com demaquilante.

    O aplicador é flexível, permitindo que você desenhe uma linha fina ou grossa de seu gosto, deixando o olhar preciso e sem falhas. Com três acabamentos irresistíveis, incluindo fosco, cintilante, ou reflexo, você está pronta para criar uma variedade de looks chiques e glamourosos.”

    Minha opinião:

    É um dos melhores produtos que já usei. Ele fica mega opaco e sequinho, não craquela e adere super bem à qualquer base. Ou seja, no olho nu, com primer ou make em baixo, ele vai ter o mesmo desempenho.

    O aplicador é um pincel preciso, não é duro e nem muito flexível. Dá pra dosar bem a espessura do traço. Não vejo defeitos, gente <3

    Delineador Sephora
    Delineador Sephora

    Veja o vídeo resenha:

    O vídeo é curtinho, né? Mas resume bem todo o artigo. Não deixa de se inscrever no meu canal, hein?

    Delineador Make b
    Delineador Make b

    Segundo a Make B (O Boticário):

    “O Make B. Delineador Líquido Preto possui uma alta pigmentação para proporcionar aquele efeito poderoso, criando um olhar mais expressivo e inesquecível. Seu pincel extra fino é macio e facilita na aplicação, garantindo ainda um traço preciso para um delineado perfeito.

    A fórmula à prova d’água do delineador líquido ainda conta com uma ótima fixação e longa duração, para que você mantenha o seu olhar marcante por mais tempo.”

    Minha opinião:

    Ele é lindo, suuuuper fininho e muito delicado. Você vai demorar a pegar o jeito por causa do pincel mais maleável, mas superado isso, é uma benção usar. O acabamento do produto fica com aspecto de vinil, não é opaco. Eu acho ok, mas tem gente que não gosta.

    Às vezes ele não sai bem com qualquer demaquilante, mas com água quente durante o banho ele sai por inteiro, em pedacinhos.

    Em cima Sephora, em baixo Make B
    Em cima Sephora, em baixo Make B

    O da Sephora comprei em loja física, na loja online está esgotado. Custou R$69,00 (clique). Já o da Make B custou R$42,90 (clique) e é fácil de encontrar nas lojas.

    E pra vocês? Qual o melhor delineador que existe?

    Resenha Blocskin Chá Verde Protetor Solar

    Oi, capis! Trouxe um post legal hoje: resenha Blocskin Chá verde, um protetor solar que é comum de se achar em farmácias de Brasília e Goiás.

    Aliás, se você é de outra região e já viu esses produtos nas prateleiras, conta pra gente!

    Blocskin Chá Verde
    Blocskin Chá Verde

    Eu comprei esse protetor como alternativa pro meu uso diário. Nem sempre consigo achar o da La Roche que gosto tanto (clique), e queria testar algo novo pra contar pra vocês.

    Ele tem um formato de bisnaguinha que aproveita bem o produto. São 80 g, uma viscosidade de creme e espalhabilidade boa. Ah, não é resistente à água.

    Blocskin Chá Verde

    O fabricante diz:

    “O BLOCSKiN FPS 40 CHÁ VERDE Facial proporciona ampla proteção UVA+UVB. Possui toque ultra seco, conferindo rápida secagem. Com textura leve e macia, não obstrui os poros (não comedogênico). Protege a pele sem deixá-la oleosa. Contém Extrato de Chá Verde, agente antioxidante que inibe a ação dos radicais livres, prevenindo o envelhecimento precoce.”

    O que eu achei:

    Quando testei as primeiras vezes, achei ok. Uma opção bacana pra comprar, não irritava meus olhos e nem deixava uma sensação oleosa na minha pele mista. MAAAS também não segurava a oleosidade, apenas não a aumentava.

    Porém, eu fui pra uma cidade bem quente nas férias, onde a umidade do ar é bem mais alta do que a de Brasília e, para minha surpresa, o resultado foi desastroso. Ele induzia oleosidade, deixou minha pele bem estranha e até me rendeu algumas acnes.

    Fiquei bastante chateada porque eu poderia ter indicado falando bem, mas notei que isso depende muito do clima da sua cidade e da sua pele.

    A indicação dele é clara: “(…) para pele oleosa, mista ou normal.” É, se sua pele é oleosa, não passe perto dele senão você vai se decepcionar.

    Agora, se ela tende a ser seca, ok, vale a pena o quebra galho.

    Na foto abaixo: Pele sem nada, recém aplicado e produto seco, respectivamente.

    Blocskin Chá Verde

    De 0 a 10 eu daria um 6 esforçado. Não compraria novamente pelo valor que chega a R$58,00 nas farmácias. Vi nessa loja online com o preço um pouco mais alto (clique).

    Uma pena, gosto de indicar produtos brasileiros, talvez eles tenham que melhorar mais a composição para ter essa indicação para quem sofre com oleosidade.

    Até mais!

    Balm Kiss Me Sephora Candy Apple

    Vocês sabem que eu sou apaixonada por tints e balms, né? Vivo procurando produtos coreanos pra deixar os lábios rosinhas. O Balm Kiss Me Sephora Candy Apple veio pra salvar meu bolso de encarar comprar coisa coreana nessa época do ano.

    É, isso mesmo! Encarar encomenda no Ebay no final de ano é suicídio, porque os produtos importados só chegam depois do carnaval HAHAHA. Meus produtos coreanos eu sempre compro de fora porque são muuuuito baratos, e não existem muitas lojas à pronta entrega aqui no Brasil.

    Balm Kiss Me Sephora Candy Apple
    Balm Kiss Me Sephora Candy Apple

    Eu tava namorando uma paleta CARÍSSIMA da TheBalm porque a Suelen me passou vontade com a dela, mas R$189,00 NÃO FAZEM PARTE DA MINHA REALIDADE, BRASIL!

    Ainda bem que foi passando pelas prateleiras da Sephora que vi esse bonitinho.

    Pode ver que já usei bastante essa semana, né? Não consigo parar de usar, tô muito xonas HAHAHAH. Ele é redondinho, tem uma embalagem resistente e bacana pra levar na bolsa.

    É muito fácil segurar e aplicar. Eu gosto de esfumar com os dedos pra ficar mais natural ainda, mas também pra usar ele mais concentrado.

    Segundo o fabricante:

    “Um batom balm perfumado ideal para beijar, com cor sutil ou sem cor, que oferece até quatro horas de hidratação!

    O batom Kiss me Balm apresenta uma cremosa fórmula para os cuidados do lábio. Escolha entre cinco cores exuberantes e um tom translúcido, cada um com sua própria fragrância correspondente. O aplicador em forma de cúpula torna fácil aplicar e reaplicar o batom para lábios hidratados durante todo o dia.”

    Balm Kiss Me Sephora Candy Apple

    No primeiro swatch é ele concentrado, e no segundo, espalhado com os dedos.  Ah, tem outras cores também, mas eu gosto só dessa mesmo. =P

    Sem falar da hidratação gostosa que ele dá pros lábios o dia todo, e ainda tem um gostinho docinho, mó amorzinho pra dar uns beijos sem culpa. HAHAHAHA!

    Balm Kiss Me Sephora Candy Apple

    Paguei R$45,00 na loja física, e acabei de ver que no site tem dele por R$13,00 (clique), eu tô ofendida por ter pagado tão mais caro. Mas beleza, né?

    Oh, vem ver os tints que falei:

    E aí? Gostam ou não?

    Ruivo Doce de Leite

    Olá, raposinhas! Hoje eu vim compartilhar uma misturinha louca que criou esse ruivo doce de leite, um ruivo mais fechado, com uma base mais fria, matte, sem puxar pro cobre intenso ou dourado.

    Eu sempre quis um ruivo mais natural assim, notava que as meninas que têm as madeixas naturais possuem nuances que as tintas comerciais não conseguem imitar. O fundo do cabelo delas é neutro, e o cobre muda de tom de acordo com a iluminação.

    Ruivo Doce de Leite
    Ruivo Doce de Leite

    Ele foge do ruivo nude (clique) criado pelo Jean Phillipe, pois abre mão do estudo de colorimetria de cor que o Jean maravilhoso faz. Eu apenas adiconei uma cor matte/cinza na mistura pra conseguir essa neutralidade natural. O número “1” na coloração, após o ponto, indica cinza. O número “2” indica matte e o “3” indica dourado.

    O nome “Doce de Leite” veio da Leticia (instagram.com/ajudaleticia), já que seria complicado dizer que ele era um ruivo acobreado dourado matte acinzentado (kkkkk). Ele tem esse fundo mais caramelo, que lembra muito um doce de leite delicinha.

    Mas o passo a passo não foi tão simples assim. Eu estava usando a mega intensa BeautyColor 76.44 (clique), e esse cobre todo iria aparecer com força mesmo neutralizando com a mistura, então foi necessária uma limpeza cosmética.

    Como é feita essa limpeza?

    • 01 medida de shampoo
    • 01 medida de água oxigenada 30 vol
    • 01 medida de descolorante

    Tudo isso aplicado no cabelo úmido e por, NO MÁXIMO, 15 minutos. Não queremos abrir o tom nem descolorir nada, isso serviu apenas para limpar o excesso de cobre o cabelo. Veja:

    O cabelo continuou na base 8, só que mais vívido e limpo sem o cobre super intenso. Lavamos bem, reconstruímos o cabelo e sequei com uma escova macia para desembaraçar para receber a tinta. Por isso meu cabelo ficou com aspecto de ressecado, apenas pelo desmanche dos cachos, ok?

    A mistura usada foi:

    >>> Raiz

    • 01 medida de Keune 7.32;
    • 01 medida de Keune 8.4;
    • ox 30 volumes;
    • 15 minutos.

    >>> Pontas

    • 01 medida de Keune 7.32;
    • 01 medida de Keune 8.4;
    • 01 medida de Keune 7.1;
    • ox 30 volumes;
    • + 30 minutos (45 no total).

    Mas Gleici, por que vocês aplicaram uma tinta 7.1 nas pontas?

    Gente, ainda havia mais pigmento vermelho/cobre nas minhas pontas que necessitavam de uma neutralização maior. Se ele todo estivesse mais dourado como a minha raiz, a mistura em todo o cabelo seria apenas a da raiz, respeitando o tempo de pausa diferente.

    • Tá confuso? Eu expliquei tudo em vídeo:

    Como fazer isso com outras tintas?

    A gente sabe que Keune é luxo, né? Usei porque passei por um processo de descoloração e quis ter um cuidado maior.

    >>> Dá pra fazer a misturinha com:

    • 01 medida de 8.77 ou 7.77 Igora (depende se sua base é 7 ou 8);
    • 01 medida de 7.1 Igora;
    • ox de 30 para abrir mais o tom ou de 20 se seu cabelo é fino e mais claro naturalmente.
    Recado importante: Se o seu cabelo está cobre intenso, recém retocado ou bem fixado com a coloração atual, você DEVE limpar um pouco o cobre antes para não manchar, ok? E não se esqueçam de fazer o teste de mecha antes!

    • Primeira foto: De frente pra luz natural.
    • Segunda: Dia nublado.
    • Terceira: Luz fria.
    • Quarta: No sol.

    Ruivo Doce de Leite

    E aí, gente? Gostaram? Usariam?

    Quem fez meu cabelo foi a Letícia, ela atende em Samambaia DF, próximo ao terminal do metrô. Telefone 061 9 91155282.